quarta-feira, 10 de setembro de 2014

A Arte de Ser Feliz

A Arte de Ser Feliz 
(Cecília Meireles)


Houve um tempo em que minha janela se abria 

sobre uma cidade que parecia ser feita de giz. 

Perto da janela havia um pequeno jardim quase seco. 

Era uma época de estiagem, de terra esfarelada,

e o jardim parecia morto. 

Mas todas as manhãs vinha um pobre com um balde, 

e, em silêncio, ia atirando com a mão umas gotas de água sobre as plantas. 

Não era uma rega: era uma espécie de aspersão ritual, para que o jardim não morresse. 

E eu olhava para as plantas, para o homem, para as gotas de água que caíam de seus dedos magros e meu coração ficava completamente feliz. 

Às vezes abro a janela e encontro o jasmineiro em flor. 

Outras vezes encontro nuvens espessas.

Avisto crianças que vão para a escola. 

Pardais que pulam pelo muro. 

Gatos que abrem e fecham os olhos, sonhando com pardais. 

Borboletas brancas, duas a duas, como refletidas no espelho do ar. 

Marimbondos que sempre me parecem personagens de Lope de Vega. 

Ás vezes, um galo canta. 

Às vezes, um avião passa. 

Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino.

E eu me sinto completamente feliz. 

Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas, 

que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem, 

outros que só existem diante das minhas janelas, e outros, 

finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim.


Através deste poema, lhe pergunto:

O que você vê através da sua janela?
O que o faz feliz?

02 de setembro - Dia do Livro Infantil

Em celebração ao Dia do Livro Infantil os alunos da Professora Édina criaram um livro contendo uma história infantil.



terça-feira, 9 de setembro de 2014

Desfile Cívico - 7 de setembro

Parabéns a todos que abrilhantaram este Desfile Cívico!

Homenagem Cívica Interna - 04/09 e 05/09

O MELHOR DO BRASIL É...
O melhor do Brasil...
É o brasileiro,
povo alegre,
hospitaleiro,
solidário,

companheiro,
Um povo perseverante.
Que vai à luta
Sem medo de ser feliz,

Que acredita no país,
Apesar dos governantes.

Um povo forte,
Um povo cheio de graça,
Uma mistura de raças,
De contraste multicor.
Um povo que acredita,
E que dá valor à vida,
Que luta e não desiste,
Que persiste,
Um povo acolhedor.


Um povo que sorri
Diante das dificuldades.
Que naõ perde a alegria,
Mesmo na necessidade.
Um povo guerreiro,
Místico
E cheio de fé.
Um povo que contagia,
Que encanta e tem magia,
Que mostra sua energia
E que tem samba no pé.

O melhor do Brasil...
É o brasileiro;
Que,ao som de um pandeiro,
Faz a festa em Fevereiro,
Faz a galera vibrar.
Um povo contagiante,
De braços aconchegantes,
Um povo perseverante,
O melhor povo que há.


E a mulher brasileira?
Essa estão nem se fala.
Mesmo na hora da dor,
leva um sorriso na cara.
É guerreira,
Destemida,
É valente,
Atrevida,
É ousada por demais.
É sinônimo de amor,
É mensageira da paz!!!

É por isso e muito mais;
Que tenho orgulho em dizer:
Eu sou brasileiro...

E não desisto jamais!!!
(Luiz Carlos Gurutuba)


X Olimpíada Catarinense de Química


 Na última sexta-feira (05/09), ocorreu a 1ª etapa da X Olimpíada Catarinense de Química - 2014.
Em nossa escola o único inscrit



o foi o aluno Paulo Victor, 15 anos, do 1º E.M.I.

Nesta primeira etapa o aluno atingiu a nota 7,5, garantindo assim a participação na 2ª etapa da olimpíada que ocorrerá na cidade de Itajaí, no dia 18 de outubro. O aluno será acompanhado pela professora de Química, Aparecida Márcia Lucinda.

Parabéns Paulo Victor e professora Márcia!

Bons Exemplos

Um bom exemplo de utilização do tablet, fornecido pelo governo de SC, foi demonstrado pelo Professor Gustavo, na disciplina de Ed. Física.

Ao trabalhar as habilidades físicas, velocidade e resistência, o professor utilizou o tablet como cronômetro, medindo assim o tempo de corrida dos alunos.

Bom exemplo, não acham?



segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Curso Ensino Médio

Depois do trabalho desenvolvido pelos professores, foi a vez dos alunos opinarem sobre os professores  do Ensino Médio que temos e os professores do Ensino Médio que queremos.
Um trabalho bem interessante, pois os alunos puderam refletir e analisar toda situação da escola...
Fez reflexão para ter uma escola diferente, com novas propostas pedagógicas:
Aulas diferentes, práticas, maior interação entre professor e aluno, enfim, pedem uma escola melhor.
Penso que devemos ouvi-los.

Ieda C. Furtado.
Orientadora de Estudos.

Questionário